sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

DISSE ANDRÉ LUIZ



Tendo soado a hora que enuncia aos corações de toda Humanidade a necessidade premente de cada um de nós vencer a si mesmo, conservemo-nos junto ao Filho Amado, que o Pai nos enviou como mensageiro de suas verdades, para que não desanimemos ante as dificuldades, que são lições vivas para nosso crescimento.

A cada dia surge uma nova aurora para todo aquele que, cioso e vigilante, confia Naquele que é o caminho da verdade e da vida; caminho que se expressa no “amai-vos uns aos outros como eu vos amei”. E, apesar das dificuldades que esse mandamento representa, prossegue determinado na estrada do bem, tomado pelo espírito de compaixão pelo irmão do caminho que se desvia da rota, considerando-o enfermo ou, simplesmente, premido por causas que desconheces; praticando, assim, com Jesus a sábia lição “não julgue”, porquanto tampouco gostarias de ser julgado.
Seguindo passo a passo, ouvindo a voz maviosa e pura Daquele que derrama Seu perfume em tua alma imortal.

Assim, ao ensejo do movimento da folhinha que anuncia ou manifesta o novo ano, não guarda rancor, se teu irmão do caminho não te pôde atender, aguarda com paciência, porque outros virão...

Se a moléstia vem despertar-te para o resgate de débitos perante a Lei, persevera, tem coragem, não desanima!...
Se o dia parecer-te nublado sobre os vitrais da tua janela, bendize-o, pois logo, logo, o sol aparecerá, dissipando a neblina, aquecendo a esperança em teu coração.

Guarda-te, assim, vigilante e resoluto, para que possas de fato prosseguir, cada vez mais confiante, pela certeza de que com Ele avançarás, por Ele atestarás tua fé e para Ele haverás de caminhar até a meta final.

Que o Senhor te envolva o coração ministrando-te bênçãos, a fim de que em todos os momentos não te faltem as condições e as lições para poderdes com sabedoria realizar a conquista da paz.

Que o Senhor nos envolva hoje e sempre,
André Luiz.